Estudo explica 'casais discordantes' em que apenas um contrai Covid-19